10 destinos mais bonitos para os amantes de vinho

Viajar é uma paixão universal, porém com motivações diferentes, afinal, tem gente que viaja para explorar culturas, conhecer pessoas, viver aventuras, apreciar paisagens naturais e/ou urbanas, descobrir sabores e claro, para descansar a mente da rotina exaustante (principalmente das grandes capitais). Dentro desse enorme mar de viajantes, existem os que são apaixonados por vinhos, os enófilos, se esse é o seu caso, então vai adorar esse top 10 com os destinos mais bonitos para conhecer na sua próxima viagem, aproveite para já compartilhar esse post com o seu companheiro/a de viagem nas redes sociais!

Não há nada tão encantador quanto curtir as férias em uma das grandes regiões de vinícolas do mundo, onde os vinhedos belíssimos servem como cenário perfeito para degustar algumas das melhores safras disponíveis. E enquanto mais e mais destinos do vinho parecem brotar todos os anos, alguns lugares sempre definem o padrão para os amantes do vinho.

Quer deseje provar o seu caminho através da Borgonha, Piemonte, Sonoma ou Vale do Douro, alimente a enofilia que há dentro de você, e some a vontade de viajar com estes dez destinos de viagem fantásticos dos quais nunca mais desejará sair.

1. Vale do Douro, Portugal

Vale do Douro, Portugal
Vale do Douro, Portugal

Localizada a algumas centenas de quilômetros da cidade do Porto, este Patrimônio Mundial da UNESCO orgulha-se de idílicas Quintas (quintas vinícolas) do século XVIII e XIX e vinhas em socalcos de pedra que se erguem acima do sinuoso Rio Douro. Os romanos introduziram as vinhas no vale do Duoro, no século III dC, após a conquista da península ibérica.

Além do mundialmente famoso Porto, o Vale do Duoro também é conhecido por produzir o popular vinho branco (Vinho Verde). Além disso, algumas Quintas menores também servem vinhos de mesa menos conhecidos, feitos a partir de castas indígenas como Alfrocheiro.

Os visitantes podem fazer visitas guiadas e degustação em vinícolas históricas como a Quinta da Pacheca, a Quinta de La Rosa e a Quinta das Carvalhas. Você também pode saborear alguns dos melhores pratos portugueses na Quinta de Guimarães, na Quinta do Bomfim e na Quinta do Crasto. Alternativamente, os visitantes podem embarcar em um cruzeiro de vinho para explorar a região deslumbrante sobre a água.

Melhor época para visitar: final de setembro ou início de outubro.

2. Franschhoek, África do Sul

Franschhoek, África do Sul
Franschhoek, África do Sul

Aninhado entre as montanhas imponentes no coração de Cape Winelands, Franschhoek é um destino de sonho para os conhecedores de vinho. Fundada por franceses huguenotes em 1688, a pitoresca vila é coberta de vinhas, onde você pode desfrutar de uma variedade de vinhos requintados (pense em tintos encorpados como Pinot Noir e Shiraz e brancos como Chardonnay e Semillon).

Vinhas notáveis incluem Chamonix, Allée Bleue, La Motte e Solms-Delta. Você também pode fazer um dos passeios populares de comida e vinho que cobrem tudo, desde a colheita da uva e degustação de vinhos até a produção de chocolate e degustação de azeitonas.

Melhor época para visitar: de setembro a fevereiro.

3. Saint-Émilion, Bordeaux, França

Saint-Émilion, Bordeaux, França
Saint-Émilion, Bordeaux, França

Conhecida por seus vinhos tintos de cores fortes e encorpadas, Saint Émilion é uma das cidades históricas mais vitorianas da região de Bordeaux. Suas principais atrações turísticas incluem Les Cordeliers – uma adega rústica que fica em meio às ruínas de um mosteiro franciscano do século XIV.

Les Cordeliers produz vinho espumante Crémant de Bordeaux em suas antigas adegas há mais de um século. Outras vinícolas de visita obrigatória incluem o notável Château Coutet e Château Troplong Mondot. Você também pode aprender sobre as noções básicas de degustação de vinhos na Maison du Vin de Saint-Emilion Wine School. As sessões acontecem diariamente de meados de julho a final de agosto e aos sábados de abril a novembro.

Melhor época para visitar: abril e maio.

4. Valle de Guadalupe, México

Valle de Guadalupe, México
Valle de Guadalupe, México

A região vinícola do México merece estar na lista de todos os amantes de vinho. Os vinhos mais comuns produzidos aqui incluem tintos como Cabernet Sauvignon, Merlot, Barbera e Zinfandel e brancos como Colombard e Chardonnay. Os produtores obrigatórios incluem a Decantos Vinícola, o Monte Xanic, a Viña de Frannes, a Casta de Vinos e a Vena Cava – uma vinícola moderna feita a partir de barcos reciclados.

Se você se cansar de bebericar, vá até Finca La Carrodilla – a adega orgânica que oferece quatro vinhos mono-varietais (Chenin Blanc, Shiraz, Cabernet e Tempranillo). Para excelentes combinações de queijos e vinhos, confira o La Cava de Marcelo. A única adega de queijo do México que permite que os visitantes experimentem queijos exóticos de Baja com um copo de vinho produzido localmente.

Melhor época para visitar: final de agosto ou início de setembro. Você chegará a tempo da Festa da Vendimia. As festividades incluem a bênção tradicional das uvas, degustações de vinhos, dança, música ao vivo e muito mais.

5. Barossa Valley, Austrália

Barossa Valley, Austrália
Barossa Valley, Austrália

Os esplêndidos vinhedos de Barossa Valley são famosos por produzir alguns dos melhores Rieslings da Austrália e os ousados vinhos de Shiraz. Você pode desfrutar de um jogo de croquet, seguido de degustação de vinhos na sala de grand barrel do Château Tanunda.

Ou, você pode saborear varietais mediterrâneos como Montepulciano, Sangiovese e Tempranillo no rústico vinho de Pindarie. Outras vinícolas notáveis incluem Thorne-Clarke, Grant Burge e Seppetsfield (você pode até mesmo provar o vinho do seu ano de nascimento aqui).

Para os entusiastas de vinhos mais artísticos, o laboratório de vinificação de Penfold oferece aos visitantes a oportunidade de misturar sua própria safra usando Grenache, Shiraz e Mataro. Bônus, você pode levar sua criação para casa!

Melhor época para visitar: fevereiro e março.

6. Piemonte, Itália

Piemonte, Itália
Piemonte, Itália

O Piemonte é uma das três regiões vinícolas clássicas da Itália. Suas magníficas vinhas produzem dois dos melhores vinhos tintos do mundo – Barolo e Barbaresco. Os enólogos tem que conhecer a Azienda Agricola Taliano Michele, Paolo Manzone, Cantina Mascarello Bartolo e Cantina del Glicine (experimente o premiado Barbaresco e intensos safras Nebbiolo).

Aqueles que viajam com suas famílias podem querer dar uma olhada no Isolobella Della Croce. Os visitantes podem desfrutar de piqueniques no almoço na adega da propriedade e provar queijos e frios.

Melhor época para visitar: de abril a meados de julho ou final de agosto a outubro.

7. Napa Valley, Califórnia, EUA

Napa Valley, Califórnia, EUA
Napa Valley, Califórnia, EUA

Se você é um novato quando o assunto é vinho, então Napa Valley é o lugar perfeito para ir. Muitas vinícolas como a Alpha Omega, a Vinícola O’Brien Estate, o Black Stallion e o Chateau Montelena oferecem inúmeras experiências de degustação e passeios para orientá-lo no processo de vinificação e perfil de sabor.

O Cairdean Estate em Santa Helena também é altamente recomendado por sua sala de degustação contemporânea, que oferece mais de 20 vinhos diferentes. Os entusiastas do Cabernet Sauvignon devem conferir os vinhedos como Silver Oak, Corison e Inglenook.

Os visitantes também podem explorar a região vinícola ao embarcar no Trem do Vinho de Napa Valley ou ir para uma vinícola até um passeio de bicicleta guiado pelas vinícolas para conhecer o melhor da região.

Melhor época para visitar: final de agosto a outubro.

8. Baía de Hawke, Nova Zelândia

Baía de Hawke, Nova Zelândia
Baía de Hawke, Nova Zelândia

Com mais de 100 vinhedos e 80 vinícolas, a Hawke’s Bay é a segunda maior região vinícola da Nova Zelândia. Os vales cobertos de vinhas são conhecidos por produzir vermelhos como Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah, juntamente com alguns brancos excepcionais. As vinícolas obrigatórias incluem o premiado Craggy Range (experimente o Gimblett Gravels Syrah), o Black Barn, o Elephant Hill, o Trinity Hill e o Mission Estate – a vinícola mais antiga do país.

Melhor época para visitar: Época de colheita no final de maio.

9. Moselle Valley, Alemanha

Moselle Valley, Alemanha
Moselle Valley, Alemanha

Castelos majestosos, belas colinas e um rio calmo – a beleza cênica do Moselle Valley é suficiente para encantar qualquer um. Adicione um pouco de vinho delicioso à mistura e o resultado é pura magia. A região de Moselle produz alguns dos melhores Rieslings do mundo.

Para obter uma excelente textura e ambientes perfeitos, visite Weingut Willi Schaefer, Weingut Van Volxen e Weingut Clemens Busch. Weingut Vollenweider também é altamente recomendado por causa de seus Rieslings secos e doces. Quem gosta de caminhar vai adorar conhecer Calmont-Klettersteig – os vinhedos mais íngremes da Europa. Os enófilos também devem visitar o Mosel Weinmuseum para aprender mais sobre a história do vinho e dos vinhedos na região de Moselle. Além disso, você pode experimentar 160 tipos diferentes de vinho!

Melhor época para visitar: de julho a agosto ou de setembro a outubro.

10. La Rioja, Espanha

La Rioja, Espanha
La Rioja, Espanha

Pontilhada com castelos, catedrais e cidades vinícolas pitorescas produzindo uma variedade de tintos encorpados, La Rioja é o paraíso de todos os amantes de vinho. Os romanos antigos introduziram vinho na região espanhola. A tradição da produção de vinho tem sido intrinsecamente tecida no tecido cultural de La Rioja desde então.

Você pode saborear vinhos requintados em vinhedos tradicionais como Bodegas Muga, Bodegas López de Heredia, Bodegas Marques de Riscal e Bodega Ysios. Além disso, seria negligente não visitar o Museu Vivanco da Cultura do Vinho em Briones, ao sul de Haro. O renomado museu cobre tudo, desde a história de fazer e servir vinho até o perfil de sabor.

Melhor época para visitar: outono no final de setembro. Ou, você pode visitar no final de junho para experimentar a loucura da Batalla del Vino durante o festival Haro Wine.

Agora só falta arrumar suas malas, e se preparar para provar algumas safras incríveis! Se você gostou das dicas, não se esqueça de compartilhar esse post com seus amigos, também aproveite pra assinar grátis nossa newsletter para não perder nenhuma promoção de passagens aéreas para esses destinos dos sonhos para qualquer enófilo!