6 menores países da Europa que vão render grandes experiências!

Se você está com a viagem para a Europa marcada, vai adorar conhecer essas pequenas jóias que são grandes em charme e beleza! Dificilmente quem viajar para o velho continente fica em apenas uma cidade ou país, principalmente por conta da facilidade de locomoção que esse destino dispõe, além de é claro, a distância também ser um fator bem incentivador. Como muitos países são pequenos, viajar de um país para outro é muito rápido e normalmente pouco burocrático, o que incentiva bastante o espírito aventureiro da maioria das pessoas. Pensando nisso, separamos uma lista com os 6 menores países da Europa que vão render grandes experiências!

Muitos desses países que estão na lista são conhecidos, ouvimos seus nomes em filmes ou em reportagens. Embora pequenos, esses países europeus não passam despercebidos por serem notáveis por sua beleza, luxo, ou importância, por isso, prepare-se para se apaixonar e querer incluir pelo menos um no seu roteiro.

Mônaco

Mônaco
Mônaco

Mônaco chamada oficialmente de Principado de Mônaco, é o segundo menor país da Europa, perdendo apenas para o Vaticano. Com uma extensão territorial de 1,95 km² esse pequeno país possui uma taxa de desemprego nula.

Dona do maior rendimento per capita da Europa, o Mônaco exala um ar de riqueza que pode ser observado nos hotéis de luxo, boutiques de design, iates de luxo e restaurantes opulentos.

Cheio de ruas estreitas e charmosas, o Monaco-Ville remonta ao século XIII, quando o principado foi fundado e é um lugar perfeito para ser explorado.

Outro ponto turístico imperdível por lá é o “Monte Carlo Casino”, um complexo de jogos e entretenimento que inclui um cassino, o Grand Theatre de Monte Carlo e o escritório do Les Ballets de Monte Carlo.

San Marino

San Marino
San Marino

Com 61 km² a República de San Marino ou Sereníssima República de San Marino é o estado soberano mais antigo do mundo, que foi fundado no ano de 301, e é o quinto menor do mundo. Esse pequeno país também desfruta de um dos maiores PIBs per capita do planeta e é um oásis verde, perfeito para relaxar e desfrutar do ambiente tranquilo.

Rodeada de terrenos intocados, colinas ondulantes, adegas e fortalezas, San Marino é uma ótima (e menos concorrida) alternativa à zona rural da Toscana. Em um dia claro, você pode até mesmo roubar uma vista das praias vizinhas da Riviera Romagnola!

Se você é fã de história, vai adorar saber que esse país possui uma grande variedade de museus, os destaques incluem o Museu do Estado (grande coleção de pinturas, moedas e objetos arqueológicos), Museu San Francesco (pinturas do século XVI), Museu de Armas Antigas, Museu de Arte Moderna e Contemporânea, Museu de Cera, Museu de Objetos Curiosos e a Ferrari e Abarth Museu.

Liechtenstein

Liechtenstein
Liechtenstein

Com apenas 1 km² de extensão a mais do que San Marino, Liechtenstein é um minúsculo principado localizado no centro da Europa que se aconchega entre a Suíça e a Áustria, entre cadeias de montanhas que se erguem íngremes e acidentadas sobre o Reno.

Além da experiencia de visitar um dos países mais minúsculos e ricos do mundo, Liechtenstein parece ter saído de um conto de fadas – um principado montanhoso governado por um monarca de ferro, enraizado nos Alpes e coroado por castelos com torres.

Quem ama fazer atividades ao ar livre vai adorar esse destino, que possui um número notável de trilhas para caminhadas e pistas para esquiar, dado o tamanho do país. Além disso, a arquitetura de Liechtenstein chama a atenção de qualquer amante de história.

Andorra

Andorra
Andorra

Com seus 468 km² de vales em queda livre, igrejas românicas e picos que se estendem pelo céu entre França e Espanha, Andorra oferece as melhores pistas de esqui e instalações de resort em todos os Pirineus. O turismo no país é sinônimo de esqui, snowboard e escalada de montanhas como sua elevação média em 2.000m acima do nível do mar.

Para se aquecer no frio congelante, vale a pena ir até a “Caldea”, um grande complexo de nascentes naturais com várias piscinas interiores e exteriores, jacuzzis e secções de hidroterapia, distribuídos por 18 pisos no edifício mais alto de Andorra e o maior complexo de spa termal da Europa.

Uma vez que a neve derrete, você poderá fazer excelentes trilhas, que vão desde passeios fáceis até trilhas exigentes nos principais e mais remotos trechos do Principado, onde você pode passear por horas, quase sozinho.

Chipre

Chipre
Chipre

O Chipre é a terceira maior e mais populosa ilha no Mediterrâneo com uma extensão de 9.251 km², essa ilha foi muito cobiçada por todos os conquistadores, o que deixou muitas riquezas espalhadas por toda a ilha, inclusive ao passear pelas cidades, você pode ver o legado arquitetônico preservado dos períodos veneziano e otomano.

A paisagem e o clima desse país mediterrâneo são agraciados com praias ensolaradas e perfeitas para esportes aquáticos que vão desde mergulho autônomo até o kitesurf ou windsurf para os mais aventureiros.

E se você se cansar desse azul incrível, siga rumo ao interior, onde poderá explorar vales repletos de flores silvestres com vinhedos densamente plantados que estendem até uma montanha coberta de pinheiros, perfeitas para caminhadas, ciclismo e, até praticar esqui no inverno.

Kosovo

Kosovo
Kosovo

O mais novo país da Europa, Kosovo, é uma terra fascinante no coração dos Bálcãs, que premia os visitantes com sorrisos de boas-vindas, cidades montanhosas e permeadas de mosteiros sérvios do século XIII esculpidos em arte medieval – e isso é só para começar.

O Kosovo declarou independência da Sérvia em 2008 e, embora tenha sido diplomaticamente reconhecido por 111 países, ainda há muitas nações que não aceitam a independência do Kosovo, incluindo a Sérvia. O país recebeu ajuda maciça da comunidade internacional, particularmente da UE e da OTAN.

Quando estiver por lá, encontrará um lugar vibrante, extrovertido, peculiar, e limpo, cheio de cafés, barracas de rua e monumentos de heróis de guerra. Não importa o que muitas pessoas que nunca tenham estado no Kosovo possam lhe dizer, é perfeitamente seguro viajar para esse destino, mesmo assim esse continua a ser um dos últimos destinos verdadeiramente fora do comum na Europa.

Agora só falta arrumar suas malas, e fazer um checklist especial para conhecer esses pequenos países europeus. Se você gostou das dicas, não se esqueça de compartilhar esse post com seus amigos, também aproveite pra assinar grátis nossa newsletter para não perder nenhuma promoção de passagens aéreas para a Europa e outros destinos do mundo!