9 Melhores destinos para estudar no exterior ano que vem!

Estudar no exterior pode ser uma das experiências mais benéficas para um estudante, seja ele universitário ou recém formado no ensino médio e que está a procura do seu verdadeiro eu. Ao estudar no estrangeiro, os estudantes têm a oportunidade de estudar em uma nação totalmente diferente, com hábitos e culturas opostos. Explorar o mundo através de um intercambio será um marco na sua vida, assim o casamento, a primeira casa e o primeiro filho. Se você tem a oportunidade de estudar fora, vai adorar conhecer esses destinos top 9 melhores destinos para estudar no exterior ano que vem!

A maior razão pela qual você talvez planeje estudar no exterior é a oportunidade de conhecer o mundo. Ao estudar em outro país, você vivenciará um novo destino com incríveis novas perspectivas, costumes e atividades. Os benefícios de estudar no exterior incluem a oportunidade de ver novos lugares, maravilhas naturais, museus e monumentos de sua nação anfitriã.

Se você está tentando escolher o melhor lugar para estudar no exterior e não saber por onde começar, então vai adorar essa seleção de lugares espetaculares para estudar no exterior em 2019, prepare-se para se apaixonar!

1. Nova Zelândia

Top destino para estudar no exterior: Nova Zelândia
Top destino para estudar no exterior: Nova Zelândia

Com duas ilhas, 30 milhões de ovelhas e a mais forte equipe de rúgbi do mundo, a Nova Zelândia também é um dos melhores lugares para se estudar no exterior porque você pode praticar adrenalina em esportes radicais em seu tempo livre enquanto estuda em algumas universidades de alto nível como a Universidade de Otago, no Sul e à Universidade de Auckland, no Norte. Além disso, esse país tem várias instituições para escolher.

Prós:

Nesse país uma das línguas oficiais é o inglês, o que já é de grande ajuda para muitas pessoas que já tem conhecimento mesmo que básico do idioma, o que abre possibilidades para estudantes de todas as origens acadêmicas estudarem no exterior na Nova Zelândia.

Contras:

A Nova Zelândia definitivamente saciará sua sede por esportes radicais e beleza natural, mas se você estiver com fome de aventuras culturais exóticas, uma cultura e uma sociedade semelhantes para voltar para casa podem deixá-lo desapontado.

2. China

Top destino para estudar no exterior: China
Top destino para estudar no exterior: China

Como uma superpotência mundial que abriga pouco mais de 18% da população mundial, compreender a complexa cultura da China moldada por milhares de anos de dinastias, guerras e arte tornou-se rapidamente cada vez mais vital para o cenário mundial.

Estude no exterior em qualquer uma das dezenas de cidades ao longo da costa leste para experimentar os impressionantes resultados da urbanização ou descubra as áreas rurais mais tranquilas da China congeladas no tempo.

Prós:

A religião, o governo, a densidade populacional e a língua da China (a lista poderia continuar!) Contrastam completamente com as nações ocidentais e confrontam os estudantes com um choque cultural revelador. A China é uma ótima escolha para estudantes que querem realmente aprender sobre uma nova cultura.

Contras:

A poluição do ar e a contaminação da água tornaram-se problemas graves que assolam as partes densamente povoadas e industrializadas da China. Aqueles com pulmões sensíveis podem evitar a poluição nas áreas rurais mais limpas.

3. Suécia

Top destino para estudar no exterior: Suécia
Top destino para estudar no exterior: Suécia

Se você gosta de cafés da tarde ao meio-dia acompanhados por doces no solstício de verão, a Suécia está chamando você para estudar no exterior no próximo ano. Com uma economia baseada no conhecimento bem desenvolvida, a Suécia dá grande ênfase para a educação e tem uma população altamente educada como prova, resultando em várias instituições de ensino superior concluídas.

Milhares de lagos e florestas cobrem a área da Suécia, enchendo-a de belezas naturais e aventuras ao ar livre por todo o Círculo Polar Ártico. Esse é de fato um país pouco explorado mais que tem muito a oferecer!

Prós:

Na Suécia, assim como na Nova Zelândia, uma grande parte da população nas cidades e nos arredores fala inglês fluentemente. Embora o idioma oficial seja o sueco, por isso, se você já fala inglês poderá se arriscar com tranquilidade.

Contras:

Os suecos tendem a ser reservados no início, o que torna um pouco difícil para os Brasileiros, que estão acostumados a conversas espontâneas e facilmente fazer amigos. No entanto, assim que passar pelos portões de amizade, terá um amigo sueco para toda a vida!

4. França

Top destino para estudar no exterior: França
Top destino para estudar no exterior: França

Das praias da Normandia aos calçadões repletos de estrelas de Cannes na Riviera Francesa, a França é repleta de delícias culinárias, uma história de luta pela liberdade e muita beleza para explorar que vai muito além da famosa cidade luz – Paris.

Além de ser uma escolha óbvia para refinar suas habilidades na linguagem do amor, as universidades da França e os programas de estudo no exterior oferecem oportunidades incríveis de estudar moda, arte, filosofia e principalmente as artes culinárias.

Prós:

Há uma boa razão para a França ser o país mais visitado pelos turistas do mundo (e por que é um dos principais destinos para estudar no exterior em 2019). Pode ter algo a ver com os intermináveis castelos, museus de patrimônio mundial, vinhos sofisticados e baguetes crocantes que deixam a pior parte do estudo no exterior na França.

Contras:

Com a enorme população de turistas, especialmente em Paris, pode ser difícil encontrar um nicho onde você realmente se sinta imerso na língua e cultura francesas. Se você não pode resistir à tentação de sair em locais turísticos da moda com pessoas que falam português, procure um local mais rural para estudar no exterior.

5. Chile

Top destino para estudar no exterior: Chile
Top destino para estudar no exterior: Chile

Esse país “pequeno”, está situado entre a imponente Cordilheira dos Andes, a leste, e uma extensão de 4 mil quilômetros de costa imaculada, no Oceano Pacífico, a oeste. Embora você possa ter ouvido falar apenas da capital, Santiago, existem várias outras cidades nas fronteiras do Chile que são perfeitas para quem sonha em estudar no exterior.

O Chile compartilha uma história semelhante de conquista européia com outros países latino-americanos, dando lugar a uma mistura única de influências europeias e indígenas em sua cultura e idioma, algo que se assemelha bastante com o Brasil.

Prós:

Com uma economia estável e desenvolvida e uma taxa de criminalidade relativamente baixa quando comparada aos nossos vizinhos sul-americanos, o Chile é um destino livre de preocupações para estudar no exterior e aprender espanhol.

Contras:

Terremotos de grande magnitude, erupções vulcânicas e poluição atmosférica atormentam o país a cada poucos anos. Como é impossível prever quando o próximo desastre será atingido, mantenha-se bem informado sobre os procedimentos de segurança caso algo aconteça enquanto você estiver por lá.

6. Espanha

Top destino para estudar no exterior: Espanha
Top destino para estudar no exterior: Espanha

Como o berço da segunda língua mais falada do mundo e convenientemente localizado a um curto voo da África e do resto da Europa, a Espanha é naturalmente um clássico favorito no exterior (e não é por acaso que esse é considerado um dos melhores lugares para se estudar no exterior).

Mesas de flamenco pouco iluminadas com tapas, imensas panelas de paella preparada na hora e celebrações ininterruptas de antigas catedrais são apenas alguns dos motivos emocionantes que você deve pensar em estudar no exterior na Espanha no próximo ano.

Prós:

Pausas para o almoço de duas horas e uma abordagem mais livre de estresse para a vida sugere o estilo de vida descontraído da Espanha. Vá em frente e faça uma “siesta” (sono durante o dia) entre as aulas! Seus vizinhos não vão julgar.

Contras:

Os alunos acostumados a estudar espanhol latino-americano na escola terão que se adaptar a um novo vocabulário, à forma “vosotros “e a um novo sotaque. Algumas regiões da Espanha falam um idioma totalmente diferente – catalão ou basco, o que pode ser um desafio no começo.

7. Tailândia

Top destino para estudar no exterior: Tailândia
Top destino para estudar no exterior: Tailândia

O baixo custo de vida, universidades muito boas e as praias tropicais paradisíacas fizeram da Tailândia um destino no exterior mais quente do que suas especiarias. Se você optar por estudar em Bangkok, Chiang Mai ou em um local mais rural, você encontrará mercados coloridos, comida deliciosa e muitos sorrisos em todos os lugares.

Embora o turismo e os negócios sejam opções populares de estudo tradicional, alguns programas a curto prazo também oferecem oportunidades de voluntariado na Tailândia, para que você possa dar banho nos elefantes quando terminar de fazer o dever de casa, o que será um experiência única não acha?

Prós:

Devido à imensidão da indústria turística da Tailândia, o inglês é amplamente falado e uma necessidade para muitos tailandeses, sendo assim, se você já tem o domínio ou pelo menos sabe o básico de inglês, já será mais fácil se locomover e fazer as atividades essenciais por lá.

Contras:

Com tantas diferenças culturais e uma língua da qual você provavelmente não sabe nada, faça sua pesquisa antes de chegar à Tailândia. Seu tempo no exterior é limitado, por isso é melhor começar logo onde puder.

8. Itália

Top destino para estudar no exterior: Itália
Top destino para estudar no exterior: Itália

Quem não sonha em admirar sempre que necessário a Capela Sistina, grande obra de Michelangelo, ou devorar uma pizza autenticamente Italiana em Milão? Desde a grande civilização romana até algumas das cozinhas mais saborosas do mundo, a Itália nunca deixa de rondar nossa imaginação.

Com tantos programas de estudo no exterior na Itália para escolher, você pode estudar praticamente em qualquer lugar neste país em forma de bota, e até mesmo em algumas ilhas, uma oportunidade incrível não é mesmo?!

Prós:

Além de ter gelato e massas o suficiente para alimentá-lo durante todo o seu programa de estudos no exterior, a Itália não tem escassez de museus impressionantes, obras de arte bem preservadas e arquitetura impressionante coletada ao longo das últimas civilizações para mantê-lo entretido o tempo todo.

Contras:

Como muitos outros destinos de estudos populares no exterior, a Itália está repleta de estudantes brasileiros nas grandes cidades. Embora você provavelmente não tenha problemas em fazer amizade com seus compatriotas, pode ser necessário algum trabalho para mergulhar de verdade na língua e na cultura italianas.

9. Inglaterra

Top destino para estudar no exterior: Inglaterra
Top destino para estudar no exterior: Inglaterra

Universidades de primeira linha, como a Universidade de Cambridge e a Universidade de Oxford, ajudaram a moldar a reputação internacional da Inglaterra como um destino proeminente para o ensino superior de qualidade e um lugar seguro como um dos principais destinos para estudar no exterior.

Prós:

Assim como em outros destinos citados, o inglês é a língua nativa do país, e por isso para quem já sabe ao menos o básico encontrará uma barreira a menos para se adaptar ao país.

Contras:

A taxa de câmbio entre a libra esterlina e o real é muito grande, além disso o custo de vida na Inglaterra ainda é bastante alto quando comparado a outros países europeus, por isso esse destino não é para muitos.

Independentemente das suas habilidades em outros idiomas estrangeiros (ou até mesmo a falta dela), sempre existe um programa de estudos no exterior feito para você, que fará de 2019 um ano inesquecível, tudo que você precisa fazer é começar sua busca pelo destino ideal!

Se você gostou de conhecer mais a respeito dessas opções com o top 9 melhores destinos para estudar no exterior ano que vem, não se esqueça de compartilhar esse post com seus amigos nas redes sociais. Aproveite também para fazer sua inscrição na nossa newsletter e ficar por dentro de dicas, novidades e promoções de passagens aéreas imperdíveis!